Itaipu e Exército inauguram sistema de energia que vai ajudar comunidades isoladas do País 

Por Redação | Shutterstock

Já está em funcionamento, no Quartel-General do Exército Brasileiro, em Brasília (DF), o projeto piloto de segurança energética – módulo 1 de Armazenamento de Energia, que deverá ser replicado, em um futuro próximo, em áreas isoladas do País. A iniciativa é uma parceria da Itaipu Binacional, Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI) e Exército. A primeira fase vai atender aos escritórios, ao sistema de segurança sul do quartel e fornecerá energia para um eletroposto, que abastecerá veículos elétricos.

O sistema é o primeiro do Brasil e um dos poucos do mundo que pode usar várias fontes de energia ao mesmo tempo. Inicialmente, será abastecido por energia solar. Para isso, foram instalados 360 painéis fotovoltaicos conectados a seis inversores solares com potência total de 90 kW.

O armazenamento e a segurança energética do projeto são garantidos pelo uso de baterias. A diretoria da usina forneceu as baterias (FIAMM) e o sistema de armazenamento de energia (Ingrid), além de um veículo elétrico em comodato e um eletroposto. A instalação é uma ação conjunta dos parceiros da Itaipu, a FPTI e o próprio Exército.

Revista Geografia | Ed. 67